bella torre 6
A+ B-
Publicada em 05 de Agosto de 2014
Foto:

Estão abertas até 13 de agosto as inscrições para a terceira etapa da prova online da Educação para Jovens e Adultos (EJA). A prova será em 11 de setembro. O candidato que alcançar a média 60 nas disciplinas recebe o certificado de conclusão do ensino fundamental. 



Estão abertas até 13 de agosto as inscrições para a terceira etapa da prova online da Educação para Jovens e Adultos (EJA). A prova será em 11 de setembro. O candidato que alcançar a média 60 nas disciplinas recebe o certificado de conclusão do ensino fundamental.

Os interessados devem se dirigir até a escola com documentos de identificação para fazer a inscrição, que é gratuita. O pré-requisito é ter 15 anos ou mais para o ensino fundamental e 18 anos ou mais para o ensino médio. O candidato não pode estar matriculado em escola de EJA fazendo a mesma disciplina para a qual pretende se inscrever.

As provas são realizadas nos laboratórios das escolas estaduais que participam do exame online. Em todo o Paraná, são 235 locais para as provas. Em 30 de julho foi realizada a primeira etapa, também do ensino fundamental e em 19 de agosto será a vez dos candidatos que querem obter a conclusão do ensino médio.

Até o final de 2014 serão mais seis etapas de provas online da EJA – em 19 de agosto, 11 e 28 de setembro, 20 de outubro, e 2 e 24 de novembro. As provas acontecem de forma simultânea e os alunos fazem os testes nas próprias escolas onde fizeram a inscrição. O resultado sai logo no final do exame, exceto nas provas de redação. Neste caso, professores fazem a correção. Nas demais disciplinas o próprio sistema informa se o aluno atingiu a média 60.

Em 11 de setembro as provas serão de português, redação, inglês, matemática, ciências, geografia, história, educação física e arte. Os exames são aplicados nos três períodos (manhã, à tarde e à noite).

“Os exames online são práticos, as pessoas fazem as provas nos próprios computadores das escolas e já têm o resultado em seguida. Isso é um incentivo a mais para concluírem os estudos”, afirmou Márcia Dudeque, coordenadora da EJA no Paraná.

 



Mostra Comentarios