bella torre 6
A+ B-
Publicada em 07 de Julho de 2016
Foto:

População participa de palestra sobre prevenção as doenças sexualmente transmissíveis



Na manhã da quarta-feira (6) a população que frequenta o Núcleo de Convivência Familiar e Comunitária Norte, localizado no bairro Jardim Amélia, participou de uma palestra sobre os cuidados a serem tomados no sentido de prevenir as doenças sexualmente transmissíveis. A ação foi ministrada por Roselene Martins da Silva Ramos de Melo do Centro de Controle de Agravos (CCA). Este mês esta iniciativa também será realizada em empresas, no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) e na Unidade de Saúde da Família Tarumã. Cuidados De acordo com o Ministério da Saúde, estar ciente do contágio pelo HIV precocemente aumenta a expectativa de vida do soropositivo. Quem busca tratamento especializado no tempo certo e segue as recomendações do médico ganha em qualidade de vida. Além disso, as mães soropositivas têm 99% de chance de terem filhos sem o HIV se seguirem o tratamento recomendado durante o pré- natal, parto e pós-parto. Por isso, o Ministério da Saúde alerta que, caso a pessoa tenha passado por uma situa- ção de risco, como ter feito sexo desprotegido ou compartilhado seringas, faça o exame. A infecção pelo HIV pode ser detectada com, pelo menos, 30 dias a contar da situação de risco. Isso porque o exame, laboratorial ou o teste rápido, busca por anticorpos contra o HIV no sangue. Esse período é chamado de janela imunológica. Serviço A testagem rápida para o HIV está disponível para a população em geral nas Unidades de Saúde da Família e também no Centro de Controle de Agravos (CCA), localizado na Rua 15 de Novembro, 92, Centro. Mais informações sobre este serviço pelo telefone (41) 3912-5399.



Mostra Comentarios