bella torre 6
A+ B-
Publicada em 27 de Junho de 2017
Foto:

Cidades metropolitanas discutem acessibilidade



Acessibilidade é um tema de interesse global que demanda ações locais para sua plenitude. Nesse contexto, o 1º Seminário Metropolitano de Acessibilidade e Direitos das Pessoas com Deficiência teve início nesta ter- ça-feira (27/6), em Curitiba, com a presença de diversas autoridades e especialistas de cidades metropolitanas e de outros estados. O secretário Municipal do Urbanismo e Assunto Metropolitanos, Marcelo Ferraz Cé- sar, reiterou que o tema é prioritário para a administra- ção municipal, mas que deve ser trabalhado em âmbito metropolitano. “Não adianta que os municípios construam calçadas acessíveis até a fronteira, mas a ponte que liga os dois não seja projetada para isso”, disse. César ressaltou a importância da apropriação do espaço urbano pelos cidadãos. “Temos que gerar massa crítica para dar maior qualidade de vida às pessoas”, completou. O diretor de Políticas Institucionais da Secretaria de Urbanismo e Assuntos Metropolitanos, Antonio Borges dos Reis, lembrou que o processo de sensibilização ao tema vem sendo trabalhado em seminários e eventos como esse. “Hoje já temos em universidades disciplinas e cadeiras sobre acessibilidade e nós precisamos dessa discussão aconteça deforma ampla”, disse. O evento teve sequência com as apresentações da diretora do Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, Raquel Freitas Castro e do supervisor de Informações do Ippuc, Oscar Schmeiske.



Mostra Comentarios