bella torre 6
A+ B-
Publicada em 03 de Setembro de 2019
Foto:

Ato cívico: Curitibinhas aprendem a cultivar o amor à Pátria 

 



Na companhia de 300 curitibinhas de escolas municipais, o prefeito Rafael Greca e a primeira-dama, Margarita Sansone, participaram da comemoração da Semana da Pátria na Rua da Cidadania do Cajuru, na tarde desta segunda-feira (2/9). Os estudantes do 4° e 5° anos das escolas municipais Ritta Anna de Cássia (Cajuru), CEI Issa Nacli (Uberaba) e Eneas Marques dos Santos (Capão da Imbuia) acompanharam o ato cívico. As crianças foram convidadas pelo prefeito a não somente celebrar a semana em que se comemora os 197 anos da Independência do Brasil, mas também a mostrar o amor pelo país nas atitudes cotidianas. “Viemos aqui, eu e Margarita, convidar vocês a amar o Brasil. E como amamos a pátria? Sendo honestos, estudiosos, bondosos, amigos”, ensinou Greca. Aos 9 aos, a estudante Kymberly, do 4º ano da Eneas Marques dos Santos, vai atender o pedido feito pelo prefeito. “Aprendi hoje que as crianças precisam ser estudiosas para cuidar do Brasil. Vou cuidar”, assegurou. O curitibinha Miguel, 10 anos, que estuda no 4º ano da escola Ritta Anna de Cássia, assistiu à apresentação teatral sobre a história da Independência. “O que mais gostei foi quando Dom Pedro I chegou no cavalo”, contou o menino. Esse foi o ponto alto da encenação, que conta os fatos que levaram o então príncipe Dom Pedro I a declarar a independência do Brasil. O auto começa com a personagem Curitibinha perguntando a uma professora da rede municipal como foi que tudo aconteceu. Então, retrata-se o momento em que a esposa de Dom Pedro, Maria Leopoldina, escreve uma carta, aconselhada por José Bonifácio. Na carta, ela narra as ordens vindas de Lisboa para que o príncipe retornasse a Portugal, o que faria o Brasil retornar ao status de colônia. Ela recomenda que o marido proclame a independência do País. Nesse momento surge o príncipe em cima de um cavalo branco, para o brado de “Independência ou Morte”.



Mostra Comentarios